Trecho de libretto do dia

Alguns libretos são verdadeiras poesias… E quando eles combinam perfeitamente com a melodia, a mágica acontece. Parece que nasceram um para o outro. E nasceram mesmo, né?

Mimi, em trecho da ária “Sí, Mi Chiamano Mimi”, de La Bohème, Puccini.

Atto 1.

Vivo sola, soletta
là in una bianca cameretta:
guardo sui tetti e in cielo;
ma quando vien lo sgelo
il primo sole è mio
il primo bacio dell’aprile è mio!
Germoglia in un vaso una rosa…
Foglia a foglia la spio!
Cosi gentile
il profumo d’un fiore!
Ma i fior ch’io faccio, ahimè! non hanno odore.

Vivo só, sozinha
lá em um quartinho branco:
olho sobre os telhados e ao céu;
mas quando o degelo vem
o primeiro sol é meu
o primeiro beijo de abril é meu!
Brota em um vaso uma rosa…
Folha a folha eu a espio
Que gentil
o perfume de uma flor!
Mas as flores que eu faço, infelizmente! não têm perfume.

 

 

Anúncios

Trecho de libretto do dia: I Pagliacci

Si può?… Si può?…
(Posso?… Posso?…)

Signore! Signori!… Scusatemi
se dal sol me presento. Io sono il Prologo.
(Senhoras! Senhores!… Desculpai-me
se sozinho me apresento. Eu sou o Prólogo.)

Poiché in iscena ancor le antiche maschere
mette l’autore, in parte ei vuol riprendere
le vecchie usanze, e a voi di nuovo inviami.
(Porque em cena novamente as antigas máscaras
o autor coloca, em parte ele quer recuperar
os velhos costumes, e a vós de novo me envia.

Ma non per dirvi come pria: “Le lagrime
che noi versiam son false! Degli spasimi
e de’ nostri martir non allarmatevi!”
(Mas não para dizer-vos como antes: “As lágrimas
que versamos são falsas! Com os espasmos
e com nosso martírio não vos assustais!)

No! No: L’autore ha cercato invece pingervi
uno squarcio di vida. Egli ha per massima
sol che l’artista è un uomo e che per gli uomini
scrivere ei deve. Ed al vero ispiravasi.
(Não! Não: O autor buscou ao invés pintar-vos
um vislumbre da vida. Ele tem como máximo
somente que o artista é um homem e para os homens
ele deve escrever. E inspirar-se pelo que é verdadeiro.)

Trecho de libretto do dia: La Bohéme (Puccini)

Mimì
Son bella ancora?
(Ainda estou bonita?)

Rodolfo
Bella come un’aurora.
(Bonita como um nascer do sol.)

Mimì
Hai sbagliato il raffronto.
Volevi dir: bella come un tramonto.
(Errou na comparação.
Você quis dizer: bonita como um pôr-do-sol.)